Qualidade

Ter em carteira somente ativos que tenham possibilidade de fornecer retornos mais elevados em relação aos seus respectivos riscos.

As empresas de qualidade devem ter uma base sólida (fundamentos) para suas operações e crescimento.

Deve ter bons índices de liquidez – capacidade de honrar seus pagamentos -, estrutura de capital com endividamento saudável, ter boa lucratividade e rentabilidade.

Valor

Tenha somente ações de valor.

Ações de valor são aquelas cujos indicadores de qualidade têm constante evolução.

As ações de qualidade podem ser negociadas a preços mais altos do que seu real valor, não sendo um momento interessante para comprar.

É melhor aguardar que a volatilidade aja, fazendo que o preço fique abaixo do valor justo da ação, entes de comprar.

Regra de ouro: Não compre qualquer ação. Só as de qualidade. Não compre boas ações a qualquer preço, e sim sempre abaixo do seu valor justo (há diversas formas de calcular isto).

Diversificação

A diversificação proporciona equilíbrio ao portfólio. É interessante ter uma carteira que tenha a participação de ações de diversos setores, classes de ações distintas e REITs 

A diversificação pode oferecer uma proteção contra erros na avaliação de qualidade e valor. Afinal, ninguém acerta o tempo todo.

Uma carteira bem equilibrada deve ser projetada para lidar com fortes oscilações de mercado, contanto também com uma estrutura de hedge como forma de seguro.

Aportes regulares

Tão importante quanto seguir os demais itens desta lista, é alimentar constantemente seus investimentos com novos aportes em ativos de qualidade e que estejam descontados.

Conseguir fazer aportes regulares vêm da sua capacidade de gestão e do seu forte compromisso em destinar um percentual da sua renda para investir.

Através dos aportes regulares você consegue também oferecer uma proteção adicional à sua carteira, suavizando a oscilação de preço.

Efeito dos juros compostos

Conceito aplicado a renda fixa, pode ser aplicado também à renda variável por meio dos aportes regulares e reinvestimento sistemático dos proventos gerados pelos ativos.

Tenha disciplina em reinvestir sistematicamente os rendimentos, sem fazer retiradas enquanto estiver na fase de acumulação de patrimônio.

Tempo

O tempo é fator fundamental nos investimentos, um aliado neste processo.

Quanto mais longo o prazo, maior o efeito multiplicador; e quanto mais rápido você iniciar no conhecimento e na prática dos investimentos, melhor.